03 outubro, 2007

Reflexos...

Sevilha, Agosto de 2007

07 agosto, 2007

War zone

Osijek, Maio de 2007

10 junho, 2007

Rendez-vous

Zagreb, Maio de 2007

24 maio, 2007

Vukovar II

Vukovar, Maio de 2007
Nem o cemitério escapou às rajadas das metralhadoras...

Vukovar

Vukovar, Maio de 2007

O regresso a casa após esta viagem torna-se difícil. Vukovar é uma cidade croata à beira do Danúbio que foi devastada pela guerra dos balcãs nos anos 90. Todo o cenário da cidade é ainda de pós guerra com a maior parte dos edifícios ainda por reconstruir. Só a vontade e determinação deste povo faz com que a cidade, um dia, volte a ter a vida de antigamente.

21 janeiro, 2007

O verdadeiro Coelhinho da Duracell

Um Coelhinho que anda pelas ruas a "comer" tudo e todos... Genial!
E tu? Qual seria a tua reacção?

04 janeiro, 2007

Malta da bola!

É das melhores coisas a que já assisti. Põem jogadores da bola a tentar falar para a TV e é este o resultado. Bora lá danificar tudo... a camisola, o clube e a terra. Vai ficar tudo escangalhado!

19 dezembro, 2006

Post-presépio

Catedral de Sevilha - Maio de 2006

De volta...

Teatro Romano de Mérida - Dezembro de 2006

10 dezembro, 2006

Anonymus

Budapeste - Setembro de 2006

27 novembro, 2006

O adeus surreal!

Homem fora de casa - Mário Cesariny
Aqui fica a minha pequena homenagem a Mário Cesariny!

Vamos a tapas?

Bodega Gourmet em Córdoba - Maio, 2006

07 novembro, 2006

05 novembro, 2006

Se estás mal... muda-te!

Ora aqui está uma expressão muito interessante! Dita muitas vezes como resposta para quem ataca ou critica algo... Lembrei-me dela por a ter ouvido numa crítica feita, por mim, a Portugal. “Não gostas? Estás mal? Muda-te para Espanha que tanto gostas...”

Não sei bem se posso considerar resposta a esta pérola sob pena de a ter que considerar sempre. Mesmo quando vinda de outras esferas!

Levado ao extremo, podia ter que aceitar essa idiota expressão vinda de um tal de Hitler... Quem estivesse mal na Europa dele que se mudasse, ora! Onde já se viu criticar algo que demorou a construir e a pensar? Já está feito e pensado agora não há volta a “dar-le”...

Poderão dizer que é um exagero, o exemplo! Sim, está bem... concordo. Aqui vai um menos exagerado e muito mais aceitável:
"A população portuguesa saiu à rua para contestar a política de aumentos de impostos. Em reposta o primeiro-ministro diz: - Quem está mal muda-se!"
Iríamos ver a população toda ir-se embora quando a gasolina aumenta? Quando aumentam os impostos? Quando... uff!

Não é uma reposta do mais idiota que existe? Mas que raio passará pela cabeça de alguém para dizer uma coisa destas! Será que não sabem que foram, precisamente, os que estavam mal que fizeram as sociedades evoluir? E ainda as fazem!

Tenho para mim que as pessoas que respondem com frases deste calibre pertencem a uma espécie muito abundante na nossa sociedade: a carneirada! Pouco habituados a reflectir sobre o mundo à sua volta e, consequentemente, com olhar pouco crítico e a cabeça cheia de Afonsos Henriques e Salazares (mesmo que em relação a este último teimem em dizer que não) rejeitam tudo o que pode ameaçar a sua pequena ordem!

Foram programados com uma incessante frase no seu cérebro: Vá, toca a mexer e segue a tua vidinha... “sogadinho”.

Afinal para que se critica? Para quê ter ideias e olhar para outras formas de organização? Para quê perder tempo com essas coisas quando amanhã tenho que acordar às 7 da matinha para ir para o emprego colar mais uns selos nas cartas para enviar, agrafar uns papéis e tirar umas quantas fotocópias? Isso é para os desocupados. Pensa a carneirada...

04 novembro, 2006

O Inverno chegou, mas...

A chuva acalmou, mas as nuvens aí estão para nos fazer companhia durante a noite! Boa noite!

O Inverno chegou...


A chuva, as nuvens carregadas e o rio escuro... Bom dia!

03 novembro, 2006

A arte devia ser democrática - 2

Kandinsky by Wassily Kandinsky

A arte devia ser democrática

Girl at Piano, 1963 by Roy Lichtenstein

30 outubro, 2006

Fosga-se!

- És do Benfica ou do Sporting?

- De nenhum!

- És... do Porto?!?

- Não...

- Que estranho... Então?

- Sou do Belenenses.

És da capital? Então tens que ser do Sporting ou Benfica. E se não... só podes ser do Porto, mesmo que isso não seja lá muito católico...

É como se ter que votar no PS ou PSD e não num qualquer outro ou mesmo em nenhum! É como se ser português e não se gostar de couratos. É como se ser português e gostar-se de Espanha.

Ofensa, blasfémia... Benze-te à passagem de tal estirpe de gente...

Esta coisa de acharmos que se tem que pertencer a uma das elites existentes, irrita-me!

FOSGA-SE!

29 outubro, 2006

A bela e o monstro

Bratislava - Setembro de 2006

O estranho desta cidade é a mescla de coisas belas e horríveis.

Avenidas...

Budapeste (Andrássy út) - Setembro de 2006

A vontade de voltar é incrível...

03 outubro, 2006

E não sai do lugar...

Budapeste - Setembro de 2006

Cursos de fotografia



Cursos de Fotografia

Inscrições Abertas
Cursos: de 23 de Outubro a 27 de Fevereiro
Horários:2ª e 5ª das 19h às 21.30h / 3ª e 5ª das 19h às 21.30h
Programa: Introdução à História da Fotografia; O processo fotográfico: película e luz, impressão positivo/negativo; A máquina fotográfica: obturador, diafragma, fotómetro, objectivas; Laboratório: revelação de filme e técnicas de impressão em papel; Desenvolvimento de projecto criativo


Mais informações
Núcleo de Arte Fotográfica
http://www.nafist.net
naf.ist@gmail.com

28 setembro, 2006

De volta à Ibéria.

Magdalena Toroni, Budapeste - Setembro de 2006

Após uns meses de ausência decidi voltar a dedicar-me a escrever umas coisas para aqui. Umas férias em Budapeste e Bratislava retemperaram-me as forças.

Foi de facto uma das melhores viagens de sempre. Budapeste é uma cidade espantosa! Tem de tudo e não pára nunca. É habitada por pessoas invulgarmente civilizadas e educadas que não necessitaram de regras nórdicas para o serem. Não se fiem pelas imagens e notícias espalhafatosas da TV acerca das manifestações pois em Budapeste, por haver de tudo, também existem hooligans e neo-nazis dispostos aos mais escabrosos actos violentos. A realidade é que a esmagadora maioria dos húngaros são muito educados. Para além disso vivem numa das melhores cidades da Europa, onde tudo é belo, grandioso e funcional. A cidade em si é enorme, muito maior que a nossa capital e tem um nível de funcionalidade impressionante. Os transportes públicos funcionam a qualquer hora do dia e com um aprumo horário incrível. Não existem atrasos. É muito fácil prescindir do automóvel.

Os sabores e cheiros húngaros estão carregados de Paprika e o Gulyás é um dos manjares mais apreciados por quem visita o país. É de experimentar! Acompanhem com Tokaji ou com a maravilhosa Dreher húngara.

Uma das melhores surpresas em Budapeste foi o Castro (perto da Deak Ferenciek ter, na Madách ter) onde servem a excelente Dreher e uns incríveis cevapcici. Recomendo a quem visitar Budapeste fazer uma visita aqui.

18 abril, 2006